Perder a capacidade de sentir cheiros é um dos principais sintomas da Covid-19 e, para muitos pacientes, o processo de recuperação é desagradável e lento.

Para se ter ideia, existem vários tipos de perda de olfato:

 

  • Anosmia – ausência completa do olfato;
  • Hiposmia – olfato reduzido;
  • Parosmia – olfato distorcido, ou seja, a pessoa sente um cheiro, mas, o cérebro interpreta como outro;
  • Fantosmia – sentir aromas que não existem.

 

Com as inúmeras queixas de que a perda de olfato pode durar meses e ter variados graus, a medicina têm percebido uma melhora em pacientes submetidos a exercícios feitos através de aromas, como se fosse uma fisioterapia de cheiros para combater essa sequela.

O treinamento foi divulgado pelo site AbScent, fundado por Chrissi Kelly, que perdeu o olfato em 2012 e, a partir de então, passou a ajudar pessoas a recuperá-lo através de treinamentos olfativos. “Sabemos que se as pessoas começarem a treinar imediatamente após a eliminação do vírus ou a ocorrência do ferimento, elas podem melhorar suas chances de recuperação”, de acordo com o site.

Como fazer?

Separe 4 tipos de óleos essenciais, algodão, etiquetas adesivas e 4 frascos de vidro âmbar com tampa. Como sugestão: rosa, limão, cravo e eucalipto.

Passo 1

Adicione algumas gotas dos óleos essenciais em pedaços de algodão e coloque cada um em um frasco nomeado. Depois, leve os potes fechados à geladeira. Quando for fazer o exercício, abra o vidro e segure-o perto do nariz. Inspire suavemente por 20 segundos. Nesse período, concentre-se no cheiro de cada óleo e perceba a experiência de cada aroma.

Passo 2

Feche o frasco após 20 segundos e respire algumas vezes. Em seguida, vá para os próximos cheiros e faça o mesmo procedimento. Esse exercício deve ser feito pelo menos duas vezes ao dia.

Atenção: consulte seu médico sobre a melhor opção de tratamento para o seu caso.