Assim como os rótulos de alimentos, as fragrâncias possuem termos e nomenclaturas específicos do universo da perfumaria que, muitas vezes, geram confusão na cabeça do consumidor sobre suas diferenças. Provavelmente, você já se deparou com Eau de Toillete, Eau de Parfum ou até Eau de Cologne.

Mas, o que esses termos significam? Eles são utilizados para indicar os níveis de concentração das essências e identificar a base em que elas foram diluídas. Sim, para alcançarem a consistência líquida, como estamos acostumados a encontrar, é preciso que os óleos sejam misturados em uma base e, normalmente, o álcool e água deionizada são utilizados solventes.

Conhecer essa nomenclatura é fundamental na hora de escolher por um produto, já que a concentração influencia diretamente no tempo de permanência da fragrância da pele, por exemplo. Acompanhe!

  • Parfum ou Perfume

Trata-se da forma mais concentrada que existe no mercado da perfumaria, com uma concentração de essência que varia de 20% a 35%. Por isso, seu poder de fixação na pele é o mais alto, o que reflete nos valores mais altos quando chegam ao mercado.

  • Eau de Parfum (EDP)

Mais suave do que o parfum, o Eau de Parfum tem concentração entre 15% a 20% de essência. Ainda assim, tem alto poder de fixação.

  • Eau de Toilette (EDT)

Com concentração que varia de 5% a 15%, o EDT apresenta menor poder de fixação e, portanto, tem menor durabilidade na pele. No Brasil, seu similar é o Desodorante Colônia, que tem ajuda no combate do suor excessivo, garantindo frescor à pele.

  • Splash ou Body Mist

São produtos de concentração baixa, em torno de 5% (ou menos), que normalmente é utilizado para uso abundante e várias vezes ao longo do dia, para prolongar a sensação de frescor do banho.

  • Eau de Cologne ou Águas de Colônias

Contém a menor porcentagem de essência em sua composição, entre 2% e 5%. Em sua composição, são utilizados, geralmente, elementos frescos, que tendem a permanecer pouco tempo na pele.